Recopa II

O jogo não foi bom. O time não é o que a torcida colorada gostaria e presenciava ano passado. A superiodade do Pachuca, atual campeão mexicano, era visível. O Inter entrou em campo com o objetivo de  fazer um resultado menos pior. E foi o que aconteceu por íncrivel que pareça. Perdemos jogando na retranca, mas com um time mais motivado, mais guerreiro (em certos momentos desnecessariamente violento). Fomos pressionados o jogo inteiro e levamos dois gols.
As alterações na escalação foram os pontos mais significativos. Clemer de volta ao time fez defesas importantes, uma alcançando o patamar de beleza que poucas defesas conseguem. Um petardo de fora da área espalmado de forma plástica com o braço direito. Sidnei no lugar de Titi na defesa também foi bem. Vejo um futuro promissor pra esse guri; entretanto, Marcão será dupla de zaga com Índio daqui para frente. Rubens Cardoso não é o melhor dos laterais, mas sabe jogar na lateral melhor que Mineiro improvisado (substituiu Índio na zaga). Fernandão cumpriu função de meio-campo e a apoiou a defesa, não jogou em sua posição e não teve destaque. Alexandre Pato, substituído por Iarley por lesão muscular, mostrou do que é capaz. Aos 5 minutos, em um ataque rápido e surpresa originado no lançamento do Rubens Cardoso não perdoou. Além dos dribles, da velocidade, dos passes, dos chutes fortes, pouco fez, pois jogou sozinho na frente . Por causa da fisgada é dúvida para o jogo de quinta.

Para o jogo de volta no Beira-rio, quinta-feira, os dois clues tem chances. Para o Colorado garantir o título basta uma vitória simples. Para o Pachuca o empate ou derrota com uma diferença de um gol e marcando dois (3×2, por exemplo) também serve.  O Inter jogará em casa, mais motivado do que nunca, e com o apoio de sua torcida voltará a trazer as alegrias do ano passado.

~ por pedrotrg em 01.junho.2007.

3 Respostas to “Recopa II”

  1. O problema é que o Galo já mandou o time entrar em campo para perder ou empatar, em nenhum momento aspiraram a vitória.

    Enfim, pelo que jogou ontem a perspectiva para quinta-feira é baixa, mas olhando apenas o placar final, temos muitas chances.

  2. Eu discordo. Acredito que ele jogou com realismo. AS chances de ganhar eram baixas mesmo. Ele fechou o time para evitar uma goleada. De um time que ano passo tinha um time inteiro reserva que jogava o brasileirão, e as vezes ganhava, enquanto o time principal jogava a Libertadores, temos só os titulares e olhe lá. Sem um meio de campo não tinha como ousar grandes ataques e correr o risco de levar um em contra-ataque. Mesmo que um time fechado e recuado, marcando no próprio campo corra o risco de ficar apático, não podiamos arriscar deixar brechas.

    A superioridade adversária era clara. O Inter conteve o pachuca na violência, coisa que eles não apresentaram.

  3. O Inter parece que comemora a 4ª derrota consecutiva. Bizarro.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: